sábado, 20 de noviembre de 2010

1966 - II FESTIVAL NACIONAL DE MÚSICA POPULAR

La segunda (y última) edición del Festival de la TV Excelsior (Canal 9 de São Paulo), tuvo lugar entre el 29 de abril y el 6 de junio de 1966.

De las 5 rondas eliminatorias realizadas en las ciudades de Guarujá, Porto Alegre, Recife, Ouro Preto y Rio de Janeiro, participaron 50 canciones semi-finalistas, sobre 2.779 inscriptas. La final tuvo lugar en San Pablo.


En el Jurado, nombres como Edoardo de Guarnieri, Radamés Gnatalli, César Guerra Peixe, Diogo Pacheco, Rubem Braga y Paulo Mendes Campos.

Trofeos: "Berimbau de Ouro", "Berimbau de Prata" y "Berimbau de Bronze" para los tres primeros lugares.

El primer premio para "Porta Estandarte" de Geraldo Vandré y Fernando Lona, interpretada por Airto Moreira y Tuca, fue muy bien recibido y significó sobre todo para Vandré el camino a la consagración como artista. 

 
PORTA ESTANDARTE
Letra: Geraldo Vandré
Música: Fernando Lona
© 1966

olha que a vida tão linda
e se perde em tristezas assim
desce o teu rancho cantando
essa tua esperança sem fim
deixa que a tua certeza
se faça do povo a canção
p'ra que teu povo cantando
o teu canto ele não seja em vão
eu vou levando a minha vida enfim

cantando
que canto sim
e não cantava se não fosse assim
levando
p'ra quem me ouvir
certezas e esperanças p'ra trocar
por dores e tristezas que bem sei
um dia ainda vão findar
um dia que vem vindo
e que eu vivo p'ra cantar
na avenida girando
estandarte na mão p'ra anunciar

olha que vida
tão linda
tão linda
perdida
perdida
tão linda
perdida


Los 5 primeros premios:
1º lugar: PORTA ESTANDARTE (Geraldo Vandré/Fernando Lona) Tuca & Airto Moreira
2º lugar: INAÊ (Vera Brasil/Maricene Costa) Nilson Prado
3º lugar: CHORA CÉU (Luís Roberto/Adilson Godoy) Cláudia
4º lugar: CIDADE VAZIA (Baden Powell/Lula Freire) Milton Nascimento
5º lugar: BOA PALAVRA (Caetano Veloso) Maria Odette

Las otras finalistas:
TIC-TAC - Doroty
COMUNHÃO - Edgar Pozer
FIM DE TRISTEZA - Doroty
PRELÚDIO PARA UM AMOR QUE COMEÇOU - Sônia Lemos
BALANÇA A ROSEIRA - Flora
JOGA A TRISTEZA NO MAR – Germano Batista
BEM BOM NO TOM – Djalma Dias (29-4-66) / Carmen Silva (5-6-66)
MOTIVOS – Sílvio Aleixo
MENSAGEM (Adilson Godoy) Cláudia (6-5-66) / Djalma Dias (5-6-66)
SE A GENTE MORRESE DE AMOR - Silvinha
ACALANTO
PERDÃO – Maria Odette (27.5.66) / Clara Nunes (5-6-66)
IRREMEDIAVELMENTE – Silvinha (20-5-66) / Érica Norimar (5-6-66)
CANÇÃO PARA UM MAIÓ AZUL COM BOLINHAS BRANCAS – Jair Campos


La Discografía, significativamente menor que la del Festival anterior, da cuenta que al menos los 5 primeros premios fueron grabados ese mismo año (en singles y LP´s).

1 ) "Porta Estandarte"



  
1966 - GERALDO VANDRÉ e TUCA
Álbum "Porta Estandarte"
A. PORTA ESTANDARTE (Geraldo Vandré/Fernando Lona) Geraldo Vandré y Tuca
“Berimbau de Ouro” 1966 (1º Lugar - II Festival Nacional da Musica Popular Brasileira)
B. VOCÊ QUE NÃO VEM (Geraldo Vandré) Geraldo Vandré y Tuca
Grabado en estudio en Junio de 1966.
Chantecler S 7” nº C-33-6200  



 
1966 - GERALDO VANDRÉ
A. PORTA ESTANDARTE (Geraldo Vandré/Fernando Lona) Geraldo Vandré com o Trio Novo [Airto Moreira/Heraldo do Monte/Théo de Barros] e Os 3 Moraes [Jane, Sidney e Roberto Espírito Santo]
B. ROSA FLOR (Baden Powell/Geraldo Vandré) Geraldo Vandré com o Trio Novo 
[Airto Moreira/Heraldo do Monte/Théo de Barros]
Som/Maior S 7” nº SMCS-11





 
1966 - GERALDO VANDRÉ
Álbum “5 anos de canção”
Som/Maior LP SMLP 1526, A-1. Porta Estandarte.
RGE LP 303.2001, A-1. 


 
1966 – DALVA DE OLIVEIRA
A. MÁSCARA NEGRA (Zé Keti/Pereira Matos)
B. PORTA ESTANDARTE (Geraldo Vandré/Fernando Lona)
Odeon S 7” nº 7B-197




1967 – DALVA DE OLIVEIRA
Álbum “A cantora do Brasil”
Odeon LP MOFB 3484, B-1. Porta Estandarte.






 
1966 – ROBERTO AMARAL
Álbum “De Brasil - Carnaval 67” [Varios intérpretes]
Fermata LP FB 162, B-1. Porta Estandarte.




 
1966 - OS POLIGONAIS
[Vicente de Paula Salvia/Edmar Antonio de Tomy "Pia"/Oswaldo/José Albino Pestana/Vidal Sbrighi/Sergio]
Álbum “Novas Idéias”
Farroupilha LPFA-421, A.5. Inaê / B.5. Porta Estandarte.




1968 – HELENA DE LIMA / BANDA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DA GUANABARA
Álbum “Helena De Lima e a Banda da Polícia Militar do Estado da Guanabara”
RGE LP XRLP 5.318,  A-4. Porta Estandarte.
Reeditado (1969) Premier PRLP 1068, A-4.



2 ) "Inaê"


1966 - JAIR RODRIGUES
Álbum “O sorriso do Jair”
Gravado ao vivo no Teatro Record, São Paulo
Philips LP P 765.004 P, A-1. Inaê.





1966 - SAMBOSSA 5
[Luiz Mello/Klayber/Turquinho/Buda/Kuntz/Maguinho]
Álbum “Zero Hora”
RCA LP BBL 1382, A-5. Inaê.

  


3 ) "Chora céu"  


1966 – CLAUDIA
Álbum "II Festival Nacional da Música Popular"
A. CHORA CÉU (Luis Roberto/Adilson Godoy)
B. MENSAGEM (Adilson Godoy)
RGE S 7” nº CS-70.208




1967 – CLAUDIA
Álbum “Claudia”
RGE LP XRLP 5.308, A-6. Chora Céu / B-6. Mensagem.
Som Livre CD 0507-2 (2006)






1966 - LUIZ LOY QUINTETO
[Luiz Loy/Roberto Bandeira/Zinho/Mazola/Papudinho]
Álbum “Luiz Loy Quinteto”
RGE LP XRLP 5.301, B-6. Chora Céu.




4 ) "Cidade vazia"

Há um momento na vida / Em que é preciso lutar / É quando um sonho da gente /
Resolve um dia acordar // Não adianta sorrir / Nem vale a pena cantar /
Se é verdade que o amor / Um dia vai se acabar // E quem disser que o amor /
é uma pobre canção / Já não merece perdão / Por essa pobre ilusão // E chora o vento da tarde /
E chora a água do casi / Nessa cidade vazia / Onde ninguém mora mais // Até o céu adormeceu /
Nem mesmo o sol / Hoje nasceu / E toda cor se transformou // Numa tristeza de viver /
Por isso o jeito é lutar / Para de novo voltar / O amor que a vida perdeu //
Na flor que se desprendeu / E é tanta gente na Terra / Que vamos ter de mostrar /
Que o amor é dia sereno // É o horizonte do mar / E quem quiser entender / E se puder ajudar/
Nosso desejo é fazer / Todo o Universo se amar


1966 - ELIZETH CARDOSO
con Participación de SOM TRÊS [César Camargo Mariano/Sabá/Toninho]
Álbum “Muito Elizeth- De Pixinguinha a Chico Buarque de Hollanda””
Copacabana LP CLP 11483, B-1. Cidade Vazia.



1966 - SOM TRÊS
[César Camargo Mariano/Sebastião “Sabá” Oliveira Da Paz/Antônio “Toninho” Pinheiro]
Instrumental
Álbum “Som/3”
Som/Maior LP SMLP 1518, B-1. Cidade Vazia.




1966 - TEMA TRÊS
[Gilson Peranzzetta/Gilberto Alban/Luiz Roberto]
Álbum “Tema Três”
Atonal LP AT 30.006, A-6. Cidade Vazia.




5 ) "Boa Palavra"


Aprendeu sozinho / Na areia, no chão / A brincar sozinho / Sem a mão de um irmão /
Aprendeu com o vento / Que o sono passou / E acordou sozinho no sol, sem amor //
Tava dormindo acordei / Para acertar um namoro / Me deram o que de beber /
Numa caneca de ouro // Não lhe deram nada / Não é seu este chão / Deita olhando o céu /
Que o céu não tem dono, não / Como um pasarinho aprende a voar /
Solta o pensamento num braço de mar // Voou pra beira do rio / Pousou no poço dourado /
Moça com seu namorado / Rico com seu empregado // Aprendeu sozinho / Deitado no chão /
A esperar sozinho / Tempo de encontrar, irmão / Inda madrugada espera nascer /
Não lhe deram nada mas / Não quer morrer // Boa palavra rapaz / Boa palavra rapaz /
Boa palavra rapaz / É assim que um homem faz / É assim que um homem faz /
É assim que um homem faz


 
1966 - MARIA ODETTE
Acompanhada pelo Trio 3-D [Antônio Adolfo/Cacho Pomar/Nelson Serra]
A. BOA PALAVRA (Caetano Veloso)
Premiada no II Festival da Música Popular Brasileira
B. É DE MANHÃ (Caetano Veloso)
Mocambo/Rozenblit S 7” nº 1.140




1966 - ELIS REGINA
Álbum “Elis”
Philips LP P 765.001 P, A- 6. Boa Palavra.





Otras grabaciones



1967 - ADYLSON GODOY
A. FIM DE TRISTEZA (Adylson Godoy)
II Festival Nacional da Música Popular
B. DÁ-ME (Adylson Godoy)
RGE S 7” nº 70.209

No hay comentarios:

Publicar un comentario