martes, 4 de enero de 2011

1969 - II FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA


SÃO PAULO

Organizado por la TV Tupi de São Paulo.

1º lugar: PENA VERDE (Abílio Manoel) Abílio Manoel
3º lugar: SIMPLESMENTE (Eduardo Gudin/Marco Antonio Marcão)
4º lugar: URGENTE, URGENTÍSSIMO QUESTÃO DE VIDA OU MORTE (Sorocaba/Carlos Vogt)


PENA VERDE
Abílio Manoel

Pus um cravo na lapela
Sou escravo, eu sou dos olhos dela
Pena verde no chapéu
Me deu sorte
Ela caiu do céu
Tenho agora quem me quer
Dou meu cravo a quem quiser
Mas pena verde eu não abro mão
Pos desconfío do seu coração
Pena… verde, pena verde
Não adianta fugir do feitiço
No fundo você é toda sorriso
Agora sim não há mais problema
Eu tenho você
E sei que vale a pena
Pena… verde, pena verde




 
1969 – ABÍLIO MANOEL
A. PENA VERDE (Abílio Manoel)
B. MOÇA BONITA (Abílio Manoel)
Odeon S 7” nº 7B-415


1974 – ABÍLIO MANOEL
A.1. PENA VERDE (Abílio Manoel)
A.2. LUIZA MANEQUIM (Abílio Manoel)
B.1. ANDRÉA (Abílio Manoel)
B.2. TUDO AZUL N’AMÉRICA DO SUL (Abílio Manoel/Carvalho)
Odeon EP nº [Compilación]


1972 -MÁRCIA
A. ÚLTIMA FORMA (Baden Powell/Paulo César Pinheiro)
B. SIMPLESMENTE (Eduardo Gudin/Marco Antonio “Marcão”)
3º lugar no Festival Universitário de 1969
Odeon S 7” nº 7B-597



RIO DE JANEIRO


Organizado por la TV Tupi - Canal 6 de Rio de Janeiro y la Secretaría de Educación de Guanabara, los días 4, 5 y 6 de setiembre de 1969.

Idealización y coordinación del Grupo Inter-Universitário Musical
Producción y Redacción: Paulo Pontes y Oduvaldo Vianna Filho (Vianninha)
Dirección: Maurício Sherman
Producción Musical: Lúcio Alves
30 temas seleccionados para la final.



1º lugar: O TREM [Você se lembra daquela nega maluca que desfilou nua pelas ruas de Madureira?] (Luiz Gonzaga Jr.)
3º lugar: MIRANTE (César Costa Filho/Aldir Blanc) Maria Creuza
5º lugar: DE ESQUINA EM ESQUINA (César Costa Filho/Aldir Blanc Mendes) Clara Nunes / Quarteto 004
6º lugar: PASSARINHADA (Rui Maurity/Zé Jorge) Rui Maurity y el Conjunto Vox Populi


ALICE (Homero Moutinho Filho)
A MENINA E A FONTE (Arthur Verocai/Paulinho Tapajós/Arnoldo Medeiros) Golden Boys
DE LÁ PRA CÁ (Ruy Maurity/José Jorge)
DOIS MINUTOS DE UM NOVO DIA (Ruy Maurity/José Jorge) Antônio Adolfo & A Brazuca
EM QUAL ESTRADA (Fred Falcão/Paulinho Tapajós) Maysa
MÔNICA, MÔNICA (Ivan Botticelli/Esther Bessa)
MORAR SEM PAREDES (Sônia Prazeres/Luis Carlos Sá)
MUNDO NOVO, VIDA NOVA (Luiz Gonzaga Jr.)
NADA SEI DE ETERNO (Sílvio da Silva Júnior/Aldir Blanc Mendes) Taiguara
O COSMONAUTA QUE VIROU LUAR (Edmundo Souto/Paulinho Tapajós) Golden Boys y The Youngsters  [Jonas/Ivan Conti/Milton/Sérgio Becker/Luiz]
VIVENDO A VIDA (Sonia Prazeres)


O TREM
[Você se lembra daquela nega maluca que desfilou nua pelas ruas de Madureira?]
(Luiz Gonzaga Jr.)

Uma prece a quem passa, rosto ereto
Olhar reto, passo certo pela
vida, amém!
Uma prece, uma graça, ao dinheiro recebido,
Companheiro, velho amigo, amém!
Uma prece, um louvor ao esperto enganador
Pela espreita e a colheita, amém!

Eia! E vai o trem num sobe serra e desce serra, nessa terra
Vai carregado de esperança, amor, verdade e outros "ades"
Tantos males, pra onde vai? Quem quer saber?
Sem memória e sem destino
Eu ergo o braço cego ao sol
De mundo de meu Deus só
Me reflito, o pé descalço, mão na lixa
A roupa rota, o sujo, o pó, o pó, o pó.

Morte ao gesto de uma fome
- é mentira!
Morte ao grito da injustiça
- é mentira!
Viva em vera igualdade: o valor.
Eia! E vai o trem num sobe serra e
desce serra, nessa terra
Vai carregado de esperança, amor,
verdade e outros "ades"
Tantos males, pra onde vai?
Quem quer saber?

Sob as luzes da cidade há cor alegre
Há festa e a vida ri sem fim
Nem meu dedo esticado traz um
pouco do gosto
Do doce mel pra mim, pra mim.

Viva o tempo sorridente que me abraça!
Viva o copo de aguardente que me abraça!
Morte ao trabalhador sem valor!

Eia! E vai o trem num sobe serra e desce serra, nessa terra
Vai carregado de esperança, amor, verdade e outros "ades"
Tantos males, pra onde vai?
Quem quer saber?
Uma prece, um pedido,
Um desejo já concedido a você na omissão, amém!
Uma prece, uma graça,
Pelo pranto sem espanto e a saudade consentido, amém!

Eia! E vai o trem num sobe serra e desce serra, nessa terra
Vai carregado de esperança, amor, verdade e outros "ades"
Tantos males, pra onde vai?
Quem quer saber?


D I S C O G R A F Í A

 

 
1969
II FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DA MÚSICA BRASILEIRA
[Varios intérpretes]
TV Tupi Canal 6 - Grim. - Sec. de Educação GB.
Philips LP R 765.088 L

Grabado en vivo en el Teatro João Caetano - Rio de Janeiro
Dirección General de Producción: Armando Pittigliani

Lado A
1. MIRANTE (César Costa Filho/Aldir Blanc) Maria Creuza e César Costa Filho
2. MUNDO NOVO, VIDA NOVA (Luiz Gonzaga Jr.) Claudette Soares
3. DE ESQUINA EM ESQUINA (César Costa Filho/Aldir Blanc) Marcos Samm
4. ALICE (Homero Moutinho Filho) Homero Moutinho Filho
5. MORAR SEM PAREDES (Sônia Prazeres/Luis Carlos Sá) Luis Carlos Sá

Lado B
1. O TREM [Você se lembra daquela nega maluca que desfilou nua pelas ruas de Madureira?] (Luiz Gonzaga Jr.) Luiz Gonzaga Jr.
2. NADA SEI DE ETERNO (Sílvio da Silva Júnior/Aldir Blanc Mendes) Lúcio Alves
3. MÔNICA, MÔNICA (Ivan Botticelli/Esther Bessa) Cynara
4. DE LÁ PRA CÁ (Ruy Maurity/José Jorge) Regininha



M I S C E L Á N E A S




Revista TV GUIA
8 a 14 – 9 – 69
Nº 473









No hay comentarios:

Publicar un comentario